O poder da gratidão na vida de quem é ansioso

Biofeedback: Você sabia que seu corpo fala por você?
21 de janeiro de 2020
Nossa vida é como um eletrocardiograma!
27 de fevereiro de 2020
Exibir tudo

O poder da gratidão na vida de quem é ansioso

Sabemos que a gratidão é poderosa. Mas você sabia que, cientificamente, foi comprovado que expressar gratidão pode mudar seu cérebro?

 

O estudo da Universidade de Indiana

 

A Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, liderou uma pesquisa com 43 voluntários que estavam tratando sua ansiedade e depressão. O exercício era simples: todos deviam participar de uma sessão de terapia semanal, mas apenas 22 deles fariam parte de uma sessão de gratidão. Como assim?

Essas 22 pessoas tinham de escrever uma carta, durante 20 minutos, agradecendo alguém. A entrega ficava por conta da pessoa, mas todos fizeram o exercício. Três meses depois os 43 voluntários passaram por um outro teste que revelou que os participantes que escreveram as cartas tinham mais atividade cerebral na área responsável pela gratidão (o  Núcleo Accumbens), mostrando que o cérebro é mais propenso a ser grato naturalmente depois de fazermos exercícios que o estimulem a agradecer.

 

A gratidão para ansiosos

 

A ansiedade está relacionada a nos preocuparmos demais com o futuro. Pessoas ansiosas costumam imaginar centenas de possibilidades que jamais se concretizam! Mesmo assim, continuam se preocupando. Como a gratidão pode ajudar nisso?

Quando somos gratos, valorizamos o presente, o agora. Ser grato é olhar para si e pensar em tudo o que temos e somos e como isso é maravilhoso. Não podemos ter certeza se no futuro teremos as mesmas condições, habilidades e até saúde! Por isso, ser grato nos tira desse futuro e nos faz viver o presente.

 

Como ser mais grato

 

O estudo da Universidade de Indiana provou que a gratidão pode e deve ser exercitada.

O grande erro de muitos é crer que a gratidão precisa ser completamente espontânea, surgindo apenas a partir de algum momento diferenciado ou algum ganho. Mas não! A gratidão pode ser praticada para se tornar natural e presente em nosso dia a dia, como o estudo mostrou. Pensando nisso, vou deixar algumas formas de exercitar a gratidão:

  • Faça um potinho da gratidão ou diário: todos os dias, escreva algo pelo que gostaria de agradecer e guarde! Em momentos de ansiedade teste ler esses motivos!
  • Pense nas pessoas que tem na sua vida: quais são as pessoas que te fazem bem? Que tal tirar um tempinho hoje e durante a sua semana para mandar uma mensagem dizendo o que sente por elas?
  • Reserve um tempo para ‘olhar pela janela’: seja pela janela, no jardim, para o céu; o importante e se concentrar no que existe ao seu redor. As cores, os sons, as sensações. O que existe fora de você que merece um agradecimento? Pense e agradeça!

Poderia citar inúmeras formas de exercitarmos a gratidão, mas sei que você já entendeu o poder dela. Então, exercite-a e perceba o quanto o momento que você está vivendo AGORA realmente é um presente!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *